segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Continuação da entrada anterior

Era raro que as nossas noites de sábado acabassem antes das sete da manhã, porque a seguir às partidas de Trivial Pursuit, e numa altura em que já estávamos todos muitas vezes a discutir, para aligeirar as rivalidades que se geravam jogávamos mímica. Só com títulos de filmes. Eu e o Vítor éramos pérfidos, reconheço. Íamos desencantar velhos títulos que mais ninguém conhecia, suficientemente difíceis de representar por gestos para que se esgotasse o tempo. Os melodramas de Douglas Sirk estavam entre os nossos favoritos. Tudo o que o Céu Permite, Magnífica Obsessão, Imitação da Vida: que coisas tão fáceis de gesticular, não é? A equipa adversária não conseguia fazer-se adivinhar no tempo devido e nós marcávamos pontos.

Claro que em pouco tempo fomos também, como já tinha acontecido no Trivial, consensualmente proibidos de alinhar na mesma equipa. Era capaz de jurar que o movimento de revolta surgiu quando a um de nós (não me lembro se a ele ou a mim, e tanto faz) deram para mimar o filme Salsa. Foi a adivinhação mais rápida da história do jogo. Bastou um gesto, duas  mãos a fingirem que arrancavam qualquer coisa dos ouvidos, e o outro berrou exultante: Salsa!

Os adversários ficaram furiosos, tinham escolhido um título difícil, como era aquilo possível, com um único gesto? Tivemos de explicar que para nós o gesto era evidente. Salsa nos ouvidos, a salsa a que os irredutíveis habitantes da aldeia gaulesa resistente às quatro fortificações romanas em redor recorriam para não ouvir os cânticos de Assurancetourix, o bardo de voz insuportável! Goscinny, os livros de Astérix. Todos os tínhamos lido, só nós dois os sabíamos de cor.

4 comentários:

  1. De repente lembro-me dos serões quentes no Alentejo, as férias, quando estava a família toda reunida e jogávamos à mímica.

    ResponderEliminar
  2. Ainda hoje, quando já não suporto ouvir alguém ou algum barulho, digo para quem está comigo. "Por favor, um ramo de salsa com urgência." Quase nunca me percebem à primeira...

    ResponderEliminar
  3. Olá, adorei o seu blog, ao ler alguns posts, vi que você é uma pessoa esforçada que só quer falar e ser ouvida na blogosfera, assim como eu. Posso dizer que gostei muito do que li, vc tem um potencial enorme e sei que será um grande blog de fácil entendimento e conteúdo gostoso de ler. Sou Luciana Shirley do blog http://coisasecoisasdalu.blogspot.com.br/ se desejar me visite e siga, mas só se gostar, eu vou retribuir seguindo também o seu.

    ResponderEliminar