terça-feira, 13 de junho de 2017

True story

(foto minha  muito antiga)

Vem isto a propósito de um preçário na montra da Parfois da Av. da Igreja que publiquei há pouco no Facebook e que gerou toda uma risota.

Há dias, à saída da aula de Espanhol (pus-me finalmente a aperfeiçoar os excelentes conhecimentos da língua que a leitura semanal de 40 anos de ¡Hola! me proporcionou), reparei numas sandálias na montra da sapataria que fica umas quantas portas a seguir. Eram mesmo o meu género, que tenho uma certa panca por sandálias de tiras, e de salto médio, o que cada vez mais me convém, que já não tenho o fôlego de outros tempos para aguentar de cara alegre saltos altíssimos um dia inteiro. Na montra havia em bege e em preto, tenho quase iguais nas mesmas cores, em azul-escuro é que me faziam mesmo falta. Entrei para perguntar se tinham o mesmo modelo no raio dessa cor que agora parece tão difícil de encontrar.

Não tinham. Mas a empregada, muito prestável, dispôs-se a telefonar de imediato para duas outras lojas a averiguar. Era rapariga à volta da minha idade, de muito bom ar, aparência cuidada, maquilhagem discreta e bem feita. E eu aguentei de cara impassível (nem pestanejei, juro!) a conversa que ouvi por duas vezes, para duas lojas diferentes: "Tenho aqui a referência XYZ. Sim, é a sendália de salto médio, preciso de um azul-escuro 38."

Um autêntico dois-em-um, meus amigos! Bem sabem quanto acarinho um sendálias, mas quando o transformam em singular, a sendália, a volúpia é completa. São pessoas destas que dizem com toda a convicção que "esta calça tem muito bom corte", "este sapato dá muito bom andar", "este brinco alonga-lhe o rosto". E depois, claro, temos o patamar seguinte, lá por terras do Brasil, em que, vá lá Deus Nosso Senhor saber porquê, toda a gente parece dizer "o óculos", referindo-se a um par de óculos. 

A título de brinde, fiquem com a fotografia da Parfois da Avenida da Igreja que há pouco pus no Facebook, e que foi todo um êxtase. Encharpe já é todo um clássico da asneira.


5 comentários:

  1. Gostei de a ver de volta!! :)

    Então, ali na lista da Parfois, não assinalou as "Alpercatas"?

    É que o nome correcto desse cómodo tipo de calçado, é: "Alpargatas"...ah, pois é!! Comprei umas, recentemente, e até chegar este calor tórrido, não quis outra coisa. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas boas-vindas! :)
      Não assinalei porque estou seriamente em dúvida. Também eu toda a vida tenho dito alpargatas. Pois pus-me a investigar e ia dando em doida. Veja o pouco fiável Priberam, por exemplo. Alpergatas, alpercatas, alparcatas, admite tudo.
      Acho que isto só se resolve com uma consulta ao Ciberdúvidas.
      Até lá, talvez seja mais prudente dizermos espadrilles.

      Eliminar
    2. Tem razão. Prudente, aconselhável e,sobretudo, chique! :)
      Eu, com toda a minha pretensa sapiência, acabei por meter água.
      Agora, que voltei a pôr os olhos no que escrevi, vejo que quis escrever 'alparcatas', veja só.

      Já foi ao mar molhar os pés? A temperatura da água está óptima!!

      Eliminar
  2. Teresa, passo aqui só para lhe dizer que andei a reler o blogue todo e de facto estava cheia de saudades da sua escrita!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tão querida, Deus lhe pague!!
      E onde posso lê-la agora?

      Eliminar