quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Dinheiro mal gasto


Um honesto leão larga uma pipa de massa no cabeleireiro.


Volta para a savana para fazer um vistão, cai uma chuvada e acontece-lhe isto.

Fotografias assombrosas em The Serengeti Lion.

9 comentários:

  1. Boa noite Teresa.

    Desculpe a intromissão, mas vi um comentário seu no blogue profissão:leitor dando conta de que estaria interessada no livro «A Viagem do Elefante» de Saramago. A questão é que eu tenho esse livro, edição da Caminho, e vendo-o. 10 eur. Se estiver interessada, contacte para este mail: costadigo@hotmail.com

    Obrigado.

    ResponderEliminar
  2. Agradeço-lhe muito a atenção e a lembrança, mas já tenho o livro. Só não o li ainda.

    ResponderEliminar
  3. Oh poças, ainda não é desta que despacho o mono... :)

    Obrigado, de qualquer forma.

    ResponderEliminar
  4. O carteira Vazia - eu sei que talvez este local não seja o mais próprio para divulgar uma página, mas não custa nada dar uma olhada rápida pelo meu blog. penso que toda a todos, a crise...

    http://ocarteiravazia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Teresa,

    é a Teresa do Porto, leitora sem blogue. Apeteceu-me oferecer-lhe uma canção. Acredito que será uma das poucas pessoas, na blogosfera e fora dela, que a perceberá e amará plenamente. Um beijo.

    O original:

    http://www.youtube.com/watch?v=W3cGxlZjMWU

    Deixo-lha também na maravilhosa versão das Dixie Chicks:

    http://www.youtube.com/watch?v=J4_wXPZ1Bnk&noredirect=1

    ResponderEliminar
  6. Tê,

    Seja bem-vinda. Saiba que muitos amigos me tratam por Tê (se bem que a maioria me trate por Teresinha). O que nunca tolerei foi que me tratassem por Teté, coisa que para mim é um ovo estrelado, resquícios da infância. Em pequena chamavam-me Tetê, tirando o meu Pai, que sempre me chamou só Teresinha, nunca me tratou por Teresa. Algumas raras vezes por Maria Teresa, sinónimo de caldo entornado e de que eu tinha feito asneira da grossa. :)

    Pois saiba a minha amiga que os Fleetwood Mac têm lugar cativo nos meus afectos e que Rumours é, desde o dia em que o conheci, já lá vão mais de 30 anos, um dos muitos discos da minha vida.

    Não conhecia a versão das Dixie Chicks, por quem me apaixonei à primeira música, Everybody Knows, e concordo inteiramente com o seu adjectivo, é maravilhosa (e olhe que eu costumo embirrar com covers, se forem dos Beatles até as acho sacrílegas, com a única excepção das de Peter Sellers, que me põem a rir como uma tarada).

    Fico-lhe muito, mesmo muito grata. Volte sempre.

    ResponderEliminar
  7. Joel,
    Espreitei o seu blogue, que tinha uma única entrada. Completamente solidária consigo, mais ainda por estar na mesma situação. Coragem, não desanimemos, vá lá.

    ResponderEliminar
  8. S*,
    Mesmo sem juba, qualquer mulher entende o leão, já que ficamos género rato dos canos se apanharmos uma valente chuvada.

    ResponderEliminar