segunda-feira, 20 de junho de 2011

Bye Bye Birdie*

Nos últimos meses fiz um novo amigo. O Alípio, que foi como resolvi baptizá-lo, é um melro que tem alegrado extraordinariamente os meus dias em toda esta Primavera. Canta que é um encanto o dia inteiro.

Como retribuição, comecei a alimentá-lo. Rejeitou com firmeza o granulado especial para melros que lhe comprei numa loja de animais, prefere alpista ou biscoitos esfarelados. Todas as manhãs, quando chego, depois de pousar a carteira e de desfazer o desvio de chamadas para o meu telemóvel, a primeira coisa que faço é ir tratar do seu pequeno-almoço, que disponho em cima do aparelho de ar condicionado que tenho debaixo da janela. Bato palmas, chamo "Alípio! Alípio!" e instalo-me à secretária, a janela escancarada. E o Alípio aparece num ápice. Muitas vezes pára de comer e fica a olhar para mim, a cabecinha preta de lado, e depois desata a cantar numa alegria doida, suponho que à laia de agradecimento.




* Estreado na Broadway em 1960, Bye Bye Birdie recebeu em 1961 o Tony para melhor musical.


11 comentários:

  1. Que inveeeeeja, que inveja, que inveja! :D

    E nas minhas traseiras há tanto melro. Pronto, é desta que instalo um comedouro. Alto, por causa da gatinha, que é doida e se acha a melhor caçadora do pedaço.

    ResponderEliminar
  2. E as princesas não o atacam? Os meus fofos são umas feras para os pássaros!

    ResponderEliminar
  3. I.,
    Só se puseres uma rede na janela, ou qualquer coisa equivalente, ou teremos gatinha voadora.

    Julie,
    Isto é no gabinete. :)

    ResponderEliminar
  4. Os Alípios são da estirpe dos agradecidos. Onde posso eu inscrever-me para receber tais mimos?

    ResponderEliminar
  5. Singleintherain, como estão essas habilidades canoras?
    Se prometer que me canta Bird on the Wire como o the one and only Leonard Cohen, saio disparada para comprar qualquer guloseima que seja do seu capricho.

    ResponderEliminar
  6. Teresa, apetecia-me deixar esta canção dos Beatles em repeat o dia todo. Obrigada!

    ResponderEliminar
  7. Ah, Teresa, eu moro num primeiro andar com varanda e um pequeno pátio. E as janelas da frente são todas cat-proof (basculantes, para a menina não ter ideias)
    Já tive um ninho de melros na árvore em frente, e ouvi-los cantar pela manhã e anoitecer é uma delícia.
    Vou arranjar um comedouro e dependurá-lo bem alto, está prometido!

    ResponderEliminar
  8. Helena,
    Beatles, pronto. Que mais há a dizer? :)

    I.,
    O Alípio canta o dia inteiro, sem interrupção. É um melro muito alegre.
    Dá notícias dos teus.

    ResponderEliminar
  9. Isto é fantástico porque os melros sao os pássaros mais desconfiados que existem!

    ResponderEliminar
  10. Jibóia,
    A sério? Não fazia ideia, não percebo nada de pássaros. Só me afeiçoei muito ao Alípio, que é encantador.

    ResponderEliminar