domingo, 6 de dezembro de 2009

Entrevadinha

Só me faltava esta!

Tenho tornozelos muito finos e delicados. A coisa vem de pequena, de três valentes entorses que tive aos cinco, seis e nove anos. Os tornozelos ficaram eternamente frágeis. O campo armadilhado que é a calçada portuguesa e o estado miserável de muitas ruas, com o pavimento cheio de desníveis, passam a vida a fazer-me tropeçar, e o alarme dispara imediatamente nos tornozelos, que guincham logo.

Mas desta vez a coisa foi perfeitamente estúpida. Ontem estava ao computador, dobrei comodamente a perna direita debaixo do rabo, e assim devo ter ficado muito tempo. Quando me levantei para atender o telefone, que estava no corredor, pouso a perna, sinto-a completamente dormente, o tornozelo cede e... caio desamparada no chão, com uma dor fortíssima. Levantar-me foi o cabo dos trabalhos (ainda por cima estava com botins de salto muito alto).

Passei uma noite desgraçada, sem arranjar posição para o pé magoado, mesmo apertado numa ligadura e tendo levado gelo. Mexer-me é uma coisa muito dolorosa, levo uns largos minutos do quarto à cozinha, sempre a coxear, descer escadas é muito complicado.

Prevejo que amanhã terei de me levantar uma hora mais cedo para ir para o Colosso (mesmo com um motorista a vir buscar-me a casa), tão lenta e dolorosamente me movimento. Saltos altos? Impossível! A única hipótese são as minhas leais e muito confortáveis botas Timberland. Que bem que vão ficar com um fato de calças e casaco! Mas é isso ou ficar em casa até recuperar.

8 comentários:

  1. Bem, tornozelos frágeis e saltos muito altos é estar a pedir uma entorse a qualquer momento.
    O que as mulheres arriscam pela beleza ;-)
    Votos de rápidas melhoras.

    ResponderEliminar
  2. Vê se descansas mas é...É a melhor cura, pé esticado e mimos vários.
    Beijinhos e melhoras.

    ResponderEliminar
  3. :s As melhoras! Rápidas!

    (se precisar de alguma coisa é só apitar, que é só descer a rua ;))

    ResponderEliminar
  4. :s As melhoras! Rápidas!

    (se precisar de alguma coisa é só apitar, que é só descer a rua ;))

    ResponderEliminar
  5. Oh Teresa
    Sei bem o que isso é. As melhoras.

    PS: "Trombocide" não é capaz de te ajudar?

    bj

    ResponderEliminar
  6. Ai se eu sei o que isso é... Também por um traumatismo deixei os saltos altos, agora só médios de cunha e boa base ou quase rasos.

    E... essas botas, são um must! Usei muito quando fazia TT, agora estão no sótão, encaixotadas :(

    Beijocas e as melhoras

    ResponderEliminar
  7. Até me doeu a mim, ao ler a descrição...
    As melhoras!

    ResponderEliminar