domingo, 23 de dezembro de 2007

Na véspera da grande noite...

Gosto, sempre gostei de esperar pelas coisas, daquele frémito de antecipação tão comoventemente expresso pela Raposinha de Saint-Exupéry: «Se todos os dias vieres às quatro horas, às três já começarei a ser feliz.»

O Natal é para mim, cada vez mais, em cada novo ano, de forma mais aprofundada e recolhida, a grande festa religiosa. Exteriormente visto todos os rituais que são alegria, mas durante todo o Advento tento preparar a alma para os Mistérios da Natividade. Nunca falei disso aqui e faço-o hoje. É que sou profundamente crente. Amanhã, por esta hora, estarei a caminho da Missa. E tenho tanto que agradecer a Deus e à Sua infinita bondade!

Desejo-vos a todos, meus amigos, um santo Natal!

Deixo-vos com aquele que é o segundo entre os meus cânticos de Natal preferidos. O mais amado de todos, Adeste Fidelis, só o tenho neste momento em inglês, e é em latim que mais me comove. Por estas mesmas vozes angelicais, as dos Pequenos Cantores de Viena (Wiener Sängerknaben, ou Vienna Boys Choir).


8 comentários:

  1. Religião? Missa? Crente?

    Ora relembra-me lá porque é que gosto de ti... neste momento não me está a ocorrer mesmo nada.

    Beijos d'enxofre e que esta noite seja cheia de mimo

    ResponderEliminar
  2. Carissima, caso nao saibas, o Adeste Fideles, pensa-se que seja um cântico português composto por Dom João IV - a melodia, indica claramente que assim o seja, pois denota a estrutura das canções do nosso belo cancioneiro.
    Não admira, portanto, que te identifiques com ele.
    Um beijo grande e um santo Natal.

    ResponderEliminar
  3. Mesmo muito Bom Natal. E especial para ti, que não me esqueço da companhia virtual no dia 20 do mês passado. Uma beijoca grande.

    ResponderEliminar
  4. Atrasado, mas presente...ou deverei dizer prenda...
    Beijos e espero que tenhas tido um excelente Natal.

    ResponderEliminar
  5. Aquela frasezinha escrita a amarelo...

    Atinge-me direitinho no coração...

    Mas eu hoje estou muito sensível.

    Tudo começou hoje à uma da tarde quando soube da morte de Benazir Buhtto...

    Depois...

    CSD

    ResponderEliminar