sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

À laia de ilustração do post anterior

Isto, minhas boas amigas que insistem em atafulhar os vossos dedinhos curtos e gorduchos de anéis que medem de um terço a metade de cada falange e que, pior ainda, nos maltratam o olhar com imagens ofensivas: isto, minhas boas amigas, isto é que são dedos elegantes. Atentarão, façam-me também esse favor, nas unhacas (se bem que o recorte seja pouco elegante) pintadas sem néon nem fogos-de-artifício, coisa básica que qualquer mulher pode ostentar sem desprimor numa entrevista de emprego.

A imagem, escusado seria provavelmente dizer, foi encontrada no Facebook da Marta Robinson Pereira, autora do muito útil Esmalterapia de Fazer Estalar o Verniz!

Aviso: não tentem isto em casa.

6 comentários:

  1. E eu que, apesar de, como sabes, ter boas mãozinhas para anéis, raramente consigo usar - apesar de ter alguns, um recentemente oferecido que adoro, e ainda assim acabo por tirar passado um bocado?
    A verdade é que não me sinto confortável com anéis, estou sempre a mexer, e não consigo nunca esquecer-me que estão lá.
    Para piorar, a coisa que sempre gostei de usar, e que quase não saía de casa sem, brincos, também recentemente deixei praticamente de usar porque quase todos me começaram a fazer alergia, e passados 5 minutos de os pôr já não aguento e tenho de tirar.
    É uma triste vida, ó se é.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu és um caso atípico. Tens mãos para anéis, que eu sei, mas não tens mãos para vernizes, incompatíveis com o teu trabalho. Mas deves ter noção de que mais vale unhas cortadas muito curtas e virgin clean do que as parvoíces white trash que vamos vendo blogosfera fora.

      Tocas num ponto interessante, os brincos. Há muitos anos que me sinto nua sem eles (nunca chegaria perto da tua linda colecção, meia dúzia para mim já chega), mas desde o SOB houve um desenvolvimento curioso. Aparentemente, o meu corpo que só tolerava ouro (nem toda a prata aceitava) passou a ser mais complacente. Matéria para outro post. Comigo foi mesmo ao contrário.

      Eliminar
  2. Sem contar que tanta quinquilharia atrapalha na hora do ciscar.

    ResponderEliminar
  3. Opá delicioso! Eu vou tentando usar anéis mas estou como a Luna, ao fim de um bocado tiro porque começo a ficar incomodada. Convivo bem com a aliança e o anel de noivado, tudo o resto já causa comichão. Por outro lado, a alergia ao níquel - que está presente em todas as bugigangas, acaba por não permitir grandes avarias. E ainda bem, que eu dispenso parecer árvore de natal com andas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Decididamente, impõe-se um post sobre alergias, essas malditas.

      Eliminar